Notícias: UEFA pede aos adeptos para não comprarem bilhetes no mercado negro

Sexta-feira 31 Maio 2019 17.50 CET

A UEFA alertou os adeptos sobre o elevado número de bilhetes falsos à venda no mercado negro antes da final da UEFA Champions League de 2019, em Madrid.

Num aviso a adeptos de Liverpool e Tottenham que se deslocaram até à capital de Espanha sem ingressos, a UEFA relembrou que não estão a ser distribuídos bilhetes para adeptos incividuais através de agências ou revendedores. Por isso, pediu aos adeptos para não se deixarem enganar por pessoas que exigem preços exorbitantes, apesar de por vezes não estarem sequer na posse dos bilhetes que dizem ter para venda.

Acredita-se que exista um elevado número de bilhetes falsos em circulação e já foram efectuadas detenções, numa tentativa de frustrar estas actividades fraudulentas. Os portadores de bilhetes falsos verão negada a sua entrada no estádio.

Todos os bilhetes para a Final da UEFA Champions League de 2019 são emitidos pela UEFA e estão sujeitos a termos e condições rígidos, que previnem a sua revenda e transferência não autorizada. A venda de bilhetes para o público em geral realizou-se exclusivamente através da UEFA e, como tal, quaisquer ingressos que sejam oferecidos por terceiros (incluindo redes sociais, plataformas de comércio "online" e plataformas secundárias de bilhética) estão a violar os termos e condições de bilhética estipulados.

A UEFA aplica de forma vigorosa os seus termos e condições, incluindo a monitorização da Internet em busca de ofertas não autorizadas. A UEFA tomou medidas (entre elas o cancelamento de bilhetes) nos casos em que isso se verificou e abriu procedimentos legais contra vendedores não autorizados.