Notícias: UEFA pede à FIFA/IFAB novo protocolo sobre concussões

Quarta-feira 29 Maio 2019 20.00 CET

023 - Gotemburgo recebe final da UEFA Women’s Champions League em 2021

O Comité Executivo da UEFA reuniu-se hoje em Baku e decidiu solicitar à FIFA e ao IFAB para analisar o actual protocolo sobre as concussões, de modo a que fossem consideradas possíveis alterações às Leis do Jogo (como no caso das substituições) para reduzir a pressão sobre o pessoal médico e dar os médicos mais tempo para avaliarem uma potencial concussão fora do relvado no sentido de que nenhum jogador com uma concussão volte ao campo de jogo.

Comentando o tema o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, afirmou:

"A saúde dos jogadores é de extrema importância e acredito firmemente que as actuais regulamentações sobre a concussão precisam de ser actualizadas de modo a proteger os jogadores e os médicos, e garantir que o diagnóstico apropriado possa ser feito sem prejudicar as equipas afectadas."

O estádio Gamla Ullevi, em Gotemburgo, na Suécia, foi escolhido como palco da final da UEFA Women’s Champions League em 2021.

Foram aprovados os seguintes regulamentos:

• Campeonato da Europa de Futsal da UEFA de 2020-22

• Campeonatos da Europa de Sub-17 e Sub-19 da UEFA de 2019/20 

• Campeonatos da Europa Femininos de Sub-17 e Sub-19 da UEFA de 2019/20

• Regras Processuais que regem o Organismo de Controlo Financeiro de Clubes da UEFA, 2019

• Regulamentos de Protecção e Segurança da UEFA de 2019

• Regulamentos HatTrick V

O Regulamento Disciplinar da UEFA de 2019 também foi aprovado e inclui agora a possibilidade de federações nacionais e clubes convidarem gratuitamente crianças até aos 14 anos de escolas ou academias de futebol para assistirem a jogos que sejam disputados à porta fechada.

O Comité Executivo da UEFA concordou em dar início a um formato piloto para o Campeonato da Europa de Sub-19 de 2020 a 2022 da UEFA. Baseado num sistema de campeonato com promoção e despromoção entre três ligas, semelhante ao da UEFA Nations League, iria proporcionar mais mini-torneios entre equipas de igual estatuto antes de um torneio final com 8 equipas.

Se esta fase de testes for julgada positiva, o sistema será igualmente implementado no escalão de Sub-17 a partir de 2023.

A lista de acesso às competições de clubes para 2020/21 foi aprovada com o princípio de que todas as federações abaixo da posição 50 do ranking (51 a 55) irão receber permanentemente dois lugares na UEFA Europa League.

O Comité Executivo aprovou uma medida em relação a países que não reconhecem o Kosovo, excepto nos casos em que uma decisão de exclusão tenha sido decidida pelo Comité Executivo da UEFA por motivos de segurança (actualmente em vigor para Sérvia e Bósnia-Herzegovina). As equipas que não podem receber clubes do Kosovo ou selecções nacionais no seu território podem solicitar a organização do seu jogo em casa em terreno neutro. No entanto, terão de aceitar jogar no Kosovo as suas partidas fora.

A próxima reunião do Comité Executivo da UEFA terá lugar em Ljubljana, na Eslovénia, na terça-feira, 24 de Setembro de 2019.