Notícias: Pierluigi Collina deixa liderança da arbitragem da UEFA e cede lugar a Roberto Rosetti

Quarta-feira 1 Agosto 2018 9.54 CET

020 - Rosetti também vai assumir o cargo de presidente do Comité de Arbitragem

A UEFA anunciou que Roberto Rosetti vai substituir Pierluigi Collina como responsável pela arbitragem da UEFA, isto depois de Collina ter anunciado hoje a decisão de deixar o cargo, por motivos pessoais, durante o curso de arbitragem de Verão da UEFA que está a decorrer em Nyon.

Collina, de 58 anos, foi nomeado como primeiro responsável pela arbitragem da UEFA em 2010, depois de ter terminado a carreira de árbitro em 2005. Durante este período, o italiano conseguiu grandes avanços no tratamento profissional dos árbitros e supervisionou, entre outros trabalhos importantes, a criação do Centro de Excelência de Arbitragem (CORE) da UEFA. No decorrer do seu mandato, a UEFA criou programas de monitorização e desenvolvimento integrais para os árbitros poderem melhorar os seus padrões técnicos, a sua forma física e nutrição, assegurando também que os conhecimentos das equipas e dos seus elementos tácticos se tornassem parte integrante da preparação dos árbitros para cada desafio.

Ao aceitar o pedido de demissão de Collina, o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, afirmou:

“O Pierluigi trouxe ao cargo na UEFA a mesma visão, conhecimento e talento que tinha demostrado quando arbitrava jogos. Quero agradecer-lhe pelo empenho que mostrou ao longo destes anos e por tudo que deu ao futebol europeu como responsável pela arbitragem da UEFA.”

Collina afirmou:

“Foi um privilégio trabalhar como responsável pela arbitragem da UEFA nos últimos oito anos. Estou muito orgulhoso dos resultados alcançados em conjunto com os meus colegas árbitros e com o Comité de Arbitragem da UEFA. Quero agradecer à UEFA pelo forte apoio que deu à arbitragem neste período e também a todos os árbitros pelo seu total empenho."

Rosetti, de 50 anos, foi árbitro internacional de 2002 até retirar-se em 2010. Atingiu o ponto alto da carreira durante o UEFA EURO 2008, onde dirigiu o jogo de abertura entre a Suíça e a República Checa, assim como a final, em que a Espanha conquistou o título frente à Alemanha. Em 2008 teve a honra de ser nomeado o melhor árbitro do mundo pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol.

Responsável pela implementação do vídeo-árbitro no recente Campeonato do Mundo, na Rússia, Rosetti passou dois anos como responsável pela arbitragem do seu país.

Ao aceitar o cargo de responsável pela arbitragem da UEFA, Rosetti também irá assumir o cargo de presidente do Comité de Arbitragem.

Čeferin afirmou depois de anunciar esta nomeação:

“Roberto foi a escolha natural para este cargo. A experiência, conhecimento e posição que ocupa no nosso desporto são excelentes e sei que irá liderar o Comité com paixão e entusiasmo.”

Rosetti declarou:

“É uma grande honra aceitar este cargo. A UEFA esteve na vanguarda do desenvolvimento dos árbitros nos últimos anos e encaro com enorme expectativa o desafio de continuar e acelerar essa evolução, com a colaboração do Presidente, dos meus colegas árbitros, do Comité e do resto deste organismo.”